Vereador Dr. André da Sorriso apoia deputado Aprígio na luta pela isenção da tarifa de esgoto

0
476
Em tribuna na Sessão da Câmara de Taboão, o vereador Dr. André da Sorriso sugere que seja feita uma ação civil pública contra a Sabesp. FOTO: Divulgação/CMTS

As críticas a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) marcaram mais uma vez o discurso do vereador Dr. André da Sorriso (PSDB) na sessão de terça-feira, 14/05, na tribuna da Câmara Municipal de Taboão da Serra.
De acordo com o vereador, a coloração barrenta da água fornecida pela Sabesp ainda continua atingindo alguns bairros da cidade. Dr. André da Sorriso questionou os laudos fornecidos pela concessionária da água está com qualidade de consumo.
“Ninguém, nenhuma empresa vai emitir um laudo contra ela mesmo. Porque a Cetesp (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) não faz esse laudo para atestar, ou não, se a qualidade da água da Sabesp está própria ou imprópria para o consumo?, questionou justificando que essa auditoria seria imparcial.
Outro tema debatido pelo vereador relacionado a Sabesp foi a questão do tratamento de esgoto realizado em Taboão da Serra. “O deputado Aprígio colocou a situação sobre os esgotos, que apenas 50% é tratado e captado e o restante é jogado diretamente em nossos córregos. Como vice-presidente da comissão de obras vou pedir uma cópia do contrato da Sabesp com a prefeitura, para ver como consta a responsabilidade do tratamento de esgoto em nossa cidade, se não é tratado 100% porque a cobrança? Podemos entrar com uma ação civil pública e impedir a cobrança desse esgoto, por isso acho louvável a atitude do deputado Aprígio de encabeçar essa bandeira a favor da população”, elogiou.
No dia 08/05 foi realizada audiência pública e a Sabesp não enviou nenhum representante, desrespeitando segundo os vereadores da Comissão de Obras, o Poder Legislativo. O deputado estadual Aprígio (PODE) e vários munícipes estiveram presentes e fizeram duras críticas a prestação de serviço da concessionária.

Moreira propõe CPI contra a Sabesp
Devido às recorrentes queixas dos moradores de Taboão da Serra sobre a qualidade da água fornecida pela Sabesp, que tem chegado suja às torneiras, o vereador professor Moreira (PSD) propôs, nesta terça-feira, dia 14, a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para investigar a atuação da concessionária no município. De acordo com o parlamentar a única saída é a abertura de uma CPI. “Diante das escusas da Sabesp, das respostas frágeis que eles deram, diante dos acontecimentos da água continuando podre aqui na cidade e todos os problemas que nós temos, estou propondo uma CPI para apurar a qualidade péssima da água que a Sabesp está fornecendo na cidade”, disse.
Para abrir uma CPI são necessários cindo assinaturas, até agora, além do Moreira, outros dois vereadores assinaram o pedido, Alex Bodinho (PPS) e André Egydio (PSDB).

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*