TSE derruba liminar de Chuvisco e ele volta a ficar cassado

0
126

Justiça volta a cassar o prefeito Chuvisco de Itapecerica
Justiça volta a cassar o prefeito Chuvisco de Itapecerica
A ministra do Tribunal Superior Eleitoral, Luciana Lossio negou o segmento do Agravo de Instrumento que mantinha o efeito suspensivo da cassação do prefeito de Itapecerica Amarildo Gonçalves, o Chuvisco e da vice Regina Corsini na manhã de quarta-feira, 25.
Com a decisão Chuvisco e Regina Corsini voltam a ficar fora da prefeitura.
A Ministra entendeu que não houve erros no processo de cassação do diploma de Chuvisco. E, os advogados de Chuvisco não conseguiram apresentar novas provas. “Os documentos apresentados em sede recursal não caracterizam documentos novos, de difícil obtenção ou que chegaram ao conhecimento do recorrido após a prolação da sentença, nos moldes do que dispõe o artigo 397 do Código de Processo Civil, incidindo, na espécie, o artigo 268 do Código Eleitoral. Precedentes TRE/São Paulo “, diz a Ministra em seu despacho.

Na decisão, ela negou o segmento do Agravo que sustentava o efeito suspensivo dada por ela mesma em junho do ano passado. “Ante o exposto, nego seguimento ao presente agravo, com base no art. 36, § 6º, do Regimento Interno do Tribunal Superior Eleitoral”. Decidiu.
Amarildo Gonçalves, Chuvisco não foi encontrado para falar sobre a decisão do TSE. Ainda cabe recurso.
Tentamos contato com o prefeito Chuvisco, mas até o fechamento da matéria não tivemos sucesso.
Leia a reportagem completa na edição imprensa do Jornal Hoje em notícias, que vai as bancas na próxima terça-feira.

Leia também:
Por unanimidade, juízes do TRE cassam prefeito e vice de Itapecerica da Serra

Justiça cassa Chuvisco e abre inquérito policial

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*