Sem membros, CEI que investiga o Shopping Taboão não acontece

0
24

A presidente da Comissão Especial de Inquérito (CEI), vereadora Érica Franquini (PSDB), que está investigando possíveis irregularidades do Shopping Taboão que ainda não construiu a alça de acesso sentido Embu, ameaçou trocar os membros se as faltas continuarem

Vereadora Érica Franquini, presidente da CEI do Shopping Taboão, momentos antes de cancelar a 1ª reunião do ano
Vereadora Érica Franquini, presidente da CEI do Shopping Taboão, momentos antes de cancelar a 1ª reunião do ano
Instalada em novembro de 2015, mas sem avanços significativos apresentados à imprensa e a população, a Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga as possíveis irregularidades e responsáveis pelo não cumprimento do prazo estipulado através de um termo compromisso do Shopping Taboão que previa a construção de alça de acesso sentido Embu das Artes na rodovia Regis Bittencourt, após recesso desde dezembro, teve a primeira reunião do ano cancelada. Três dos cinco membros da comissão não compareceram na tarde de quinta-feira, 25.

Visivelmente irritada com a situação, a presidente da CEI, vereadora Érica Franquini (PSDB) ameaçou trocar os membros. “Esta comissão é séria, vou trocar os membros que estão faltando”, esbravejou saindo do plenário. Faltaram os vereadores Professor Moreira (PT), Luiz Lune (PC do B) e Marco Paulo (Pros). Regimentalmente, com apenas dois membros a comissão não tem quórum para fazer votações e deliberações.

Apenas ela e o vereador Eduardo Nóbrega(PR), que chegou a ser representado com denúncia, divulgada com exclusividade pelo Jornal Hoje, de que teria envolvimento comercial com o Shopping, que é um dos patrocinadores do Clube Atlético Taboão da Serra(Cats), presidido por Anderson Nóbrega, irmão do parlamentar, e que por isso não poderia participar da comissão. No dia de instalação da CEI o vereador Marcos Paulo também chegou a jogar indireta ao líder do governo do prefeito Fernando Fernandes, criticando possível defesa ao estabelecimento e chamando o colega de “cavalheiro defensor do Shopping”.

A assessoria de imprensa do Shopping Taboão respondeu que ainda não tem novas informações sobre o caso.
A reunião foi remarcada para quinta-feira, 03 e o horário será confirmado pela assessoria da Câmara Municipal.
O Shopping Taboão completará 14 anos em 2016. Foi inaugurado em 2002, no governo do prefeito Fernando Fernandes (PSDB), realizou diversas obras de expansão durantes as últimas gestões sem dar a contrapartida para a cidade, a construção da Alça de Acesso entre os quilômetros 271 e 268 sentido Embu das Artes. Vários prazos foram divulgados, mas nenhum cumprido. O Shopping também alvo de investigação do Tribunal da Justiça do Estado de São Paulo.

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*