Prefeito volta atrás e promete rever IPTU após manifestação do MTST E MST

0
148

Além da revisão, o movimento luta para ser aprovada lei de isenção de IPTU para famílias de baixa renda assim como ocorre no Embu das Artes e em São Paulo

Guilherme Boulos usou a tribuna para falar que valores cobrados pela prefeitura não “são razoáveis”
Guilherme Boulos usou a tribuna para falar que valores cobrados pela prefeitura não “são razoáveis”

A sessão após o recesso do carnaval foi bem agitada em Taboão da Serra. Integrantes do Movimento dos Sem Terra (MST) e do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) realizaram uma manifestação e lotaram o plenário da Câmara Municipal na manhã desta terça-feira, 16, para reivindicar a isenção do IPTU para os condomínios João Cândido A e B, no Jd. Salete, construídos através do programa Minha Casa, Minha Vida o Governo Federal.

Paulo Félix e Guilherme Boulos usaram a tribuna para falar que valores cobrados pela prefeitura não “são razoáveis”, uma vez, que os moradores dos condomínios que são de baixa renda. “Essas famílias não tem condições de pagar o IPTU nesses valores. são famílias de baixa renda”. O movimento também cobra a aprovação de uma lei de isenção de IPTU para famílias de baixa renda, seguindo os exemplos das cidades de Embu das Artes e São Paulo.
Após articulação do líder do prefeito, os manifestantes saíram da Câmara e foram até a prefeitura, onde uma comissão foi recebida por Fernando Fernandes que fez a promessa de rever o IPTU dos moradores do Condomínio popular.

O líder Paulo Félix informou que o prefeito recuou. “O prefeito reconheceu que a área lá [do condomínio] é de Zeis [Zona Especial de Interesse Social] e que teria que ter um tratamento diferenciado. Em alguns casos de aposentados, pessoas inválidas, com deficiência vai ser feita a remissão, ou seja, o povo vai ser isento do pagamento, e os demais será feita a revisão dos valores do IPTU.
Para Félix, “os dois condomínios tem subsídios do programa Minha Casa, Minha Vida, da CDHU, Minha Casa Paulista, e o tratamento tem que ser diferenciado para as famílias que estão em vulnerabilidade social, que é o caso. O encontro foi importante e foi dado o encaminhamento que eu acho que é satisfatório para atender as reivindicações do povo”.

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*