Prefeito e vereadores não se entendem em Itapecerica da Serra

0
28

Erlon Chaves foi duramente criticado durante a sessão.

 

Câmara estava cheia de assessores do prefeito
Câmara estava cheia de assessores do prefeito

A guerra está declarada entre o legislativo e executivo da cidade de Itapecerica da Serra. Na sessão ordinária desta terça-feira, 20, o prefeito Erlon Chaves (PDT) sofreu a primeira derrota como prefeito. Como de costume, desde quando assumiu a prefeitura, há pouco mais de 20 dias, Erlon tem frequentado as sessões e não tinha sido atacado.
Nesta terça, Erlon tomou uma invertida, com a casa cheia de pessoas ligadas a vários grupos e dividida entre os assessores do prefeito e correligionários de vereadores viu seu requerimento ser rejeitado após a apresentação de uma Lei Complementar confusa. Segundo o vereador Cleber Bernardes (PMDB), o prefeito quis retirar da pauta um projeto de interesse social. Para o vereador, o prefeito cometeu um erro clássico. “O prefeito está errado em retirar um projeto de interesse social que irá beneficiar a população de baixa renda na nossa cidade”, ataca.
O projeto em questão é de autoria do próprio executivo que regulamenta e autoriza novos empreendimentos imobiliários na cidade para moradia de baixa renda, incluindo o Programa Minha Casa. Minha Vida, do governo federal. O requerimento foi rejeitado e o projeto aprovado por 11 votos a favor, contra apenas um contrário, do vereador Trolesi (PTB).
Mas, a derrota maior foi a saraivada de acusações dos vereadores, que em rodízio atacaram a forma que o prefeito Erlon Chaves vem agindo com os servidores municipais.
Os vereadores trataram o prefeito, que desta vez ficou na plateia, como vingativo e truculento. “Vejo essa forma que o prefeito está fazendo com o servidores nomeados da prefeitura como uma vingança política”, disse o pemedebista, Hércules da farmácia.
Erlon Chaves sentiu na pele, as vaias quando disse para o seu grupo de assessores que não fizesse manifestação na câmara, pelo respeito. O prefeito ganhou uma sonora vaia.
O presidente da casa, Cícero Costa, (PSDB) não poupou o prefeito. “Aqui nesta Casa, todos tem condições iguais e se for preciso descer na prefeitura para tratar de assuntos de interesse da cidade, irei. O senhor não precisa desprezar, ou diminuir um ou outro vereador”, atacou.
Costa fez menção as postagens do prefeito em Rede Social, onde dizia que alguns vereadores eram mais modestos que o outro em indicações para obras na cidade.
O prefeito também foi atacado nas nomeações; segundo os vereadores, Erlon fez acordos com grupos de fora da cidade para trazer secretários de outra cidade.

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*