Pesquisa aponta liderança do tucano Geraldo Celestino em Itatinga

0
173

O Instituto de pesquisas Art Pro Market avaliou o quadro político na cidade de Itatinga, interior de São Paulo, há 220 quilômetros da capital onde acontece nova eleição para prefeito. O pleito em outubro foi suspenso por conta de cassação da chapa vencedora.

Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo marcou uma eleição suplementar para a escolha de prefeito e vice em Itatinga (SP) no dia 02 de julho. O candidato mais votado em outubro, Ailton Fernandes Faria (PSDB), teve a candidatura indeferida porque as contas públicas referentes às gestões de 2011 e 2012 foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo.

O Tribunal Superior Eleitoral avaliou irregularidades durante a gestão anterior dele, como não aplicação do mínimo legal na educação, não recolhimento de contribuições da previdência e descumprimento da lei de responsabilidade fiscal.

Desde o dia 1º de janeiro deste ano, o presidente da Câmara José Geraldo Celestino de Oliveira (PSDB) está ocupando o cargo de prefeito.

O Instituto divulgou o relatório neste sábado, 01 para as eleições de domingo, 02. O levantamento foi encomendado pelo próprio instituto (Art Pro Market e Editora Ltda).

O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Segundo o instituto, isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

O candidato do PSDB aparece na frente com 41% das intenções de voto, enquanto o candidato João Bosco, do DEM, vem em segundo lugar, com 31%. Os dois se distanciaram dos outros candidatos, Diego Batista aparece com 8% das intenções e Jeremias com apenas 2%. Brancos e nulos somam 7% e 10% ainda não sabem em quem vão votar.

Votos totais (estimulada):

– Geraldo Celestino (PSDB): 41% (pela margem de erro, entre 44% e 38%)

– João Bosco (DEM): 31% (entre 34% e 28%)

– Diego Batista (PSC): 9% (entre 11% e 5%)

– Jeremias (PSB): 2% (entre 5% e 0%)

– Em branco/nulo/nenhum: 7%

– Não sabe: 10%

Votos Válidos

Para calcular os votos válidos, são excluídos da mostra os votos brancos, nulos e os eleitores que se declaram indecisos. Esse procedimento é o mesmo usado pela Justiça Eleitoral na hora de divulgar o resultado oficial da eleição.

Nesse cenário, Geraldo aparece com uma vantagem segura, Geraldo tem 49%, João Bosco, 37%, Diego Batista, 10% e Jeremias 4%.

Rejeição

A rejeição é um quesito onde o candidato mostra a tendência do eleitorado. Jeremias é o mais rejeitado. 27% dos entrevistados disseram que não votariam de jeito nenhum no candidato. Geraldo aparece em segundo com 19% e João Bosco com 16%.

Diego Batista é rejeitado por 15% dos entrevistados. 23% dos entrevistados ainda estão indecisos.

A Art Pro Market ouviu 227 eleitores de todas as regiões de Itatinga, interior de São Paulo, com 16 anos ou mais, nos dias 24 e 25 de junho. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) sob o número SP-04568/2016.

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*