Para não perder cargo, Ney Santos pede licença à Câmara por período indeterminado

0
32

Por: Ana Carolina/Jornal Hoje

Com pedido de Habeas Corpus negado e liminar que o mantém no cargo sendo julgada amanhã, Ney pode acabar preso – Foto: Thais Marinho/HOJE

Uma sessão extraordinária foi convocada pelo presidente da Câmara Hugo Prado (PSB) para a manhã deste terça-feira (06), às 9:30h, usando como artifício a Lei Orgânica, a base do governo estrategicamente aprovará a licença do Prefeito por período indeterminado.

O afastamento do Mandatário é permitido pelo período de quinze dias, após este tempo, somente com autorização prévia da Câmara, tendo em vista o risco de a liminar ser cassada, Ney Santos (PRB) apresentou o pedido de afastamento ao Legislativo, que deve ser aprovado na manhã desta terça-feira.

Em dezembro de 2016, durante operação o Ministério Público pediu sua prisão sob acusação de lavagem de dinheiro, tráfico de drogas e associação com uma organização criminosa. O prefeito ficou foragido por mais de um mês e assumiu o cargo em fevereiro.

Ney Santos se mantém no cargo por uma liminar concedida pelo Ministro do STF, Marco Aurélio Cunha. A liminar será julgada nesta terça-feira, e o pedido de habeas corpus que os advogados do Prefeito tentaram adiantar foi negado, se a liminar for cassada, Ney pode ser preso.

Na ausência de Ney, seu vice, Peter Calderoni deve assumir a prefeitura, enquanto o prefeito resolve suas pendências com a justiça, podendo voltar quando quiser, de acordo com a autorização do Legislativo.

A nota enviada a imprensa pela Secretaria de Gestão Tecnológica e Comunicação já prevê a aprovação da licença: “A Prefeitura de Embu das Artes informa que o prefeito Ney Santos pediu afastamento na data de hoje (5/3/2018) para tratar de assuntos pessoais. “Para não prejudicar o bom andamento da cidade e para que a disputa judicial não atrapalhe os projetos que estão sendo desenvolvidos em prol de nosso povo, peço afastamento do cargo para cuidar de perto do processo”, declarou o prefeito Ney Santos.Após a sessão extraordinária da Câmara Municipal, dia 6/3/2018, onde acontecerá a votação para conceder a licença ao atual prefeito, o vice-prefeito Peter Calderoni assume interinamente a cadeira de prefeito de Embu das Artes.

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*