Pai acusado de matar filha por vingança é preso em Cotia 

0
462

A Polícia Civil conseguiu prender o pedreiro José Carlos Bury em Cotia. Ele é acusado de ter matado a filha para se vingar da ex-esposa 

O pedreiro José Carlos Bury de 53 anos foi preso na manhã sábado, 05/01, em Cotia ele é acusado de ter matado a própria filha, de 05 anos, para se vingar da ex-esposa

Os policiais da 1ª Delegacia de Taboão da Serra prenderam na manhã de sábado, 05/01, Carlos José Bury, acusado de ter matado a própria filha de cinco anos no Natal. O crime aconteceu na rua Antônio Maciel de Oliveira, no Jd. Intercap, em Taboão da Serra e revoltou moradores da cidade pela brutalidade. 

A prisão foi feita em Caucaia do Alto, em Cotia, onde o assassino estava escondido. A Polícia Civil trabalha agora para descobrir se o crime teve participação de outras pessoas envolvidas. O criminoso teria confessado o crime para os policiais que o prenderam. 

Segundo informações preliminares, o pai teria dito que matou a criança por vingança, já que sua ex-mulher estaria “o traindo”, apesar do casal estar separado há mais de um ano. O pedreiro também disse para os policiais que no dia do crime ele teria bebido muita cerveja e estava fora de si. 

O acusado estava com a prisão preventiva decretada desde o dia 28 de dezembro. O delegado da 1ª Delegacia de Polícia de Taboão da Serra, Dr. Altamiro Nunes afirmou que o caso foi registrado como feminicídio. “Era uma criança vulnerável que não tinha como reagir”, disse. 

Relembre o caso 

Na noite da última quinta-feira, dia 27, na rua Antônio Maciel de Oliveira, no Jd. Intercap, em Taboão da Serra, Beatriz Pereira Bury, de 5 anos, foi assassinada na casa de seu pai, onde passou o Natal. A mãe da criança acusa o ex-marido de ter estrangulado até a morte a própria filha por vingança. 

De acordo com depoimentos, Lucimara Pereira Bury estava separada do marido há mais de um ano e a criança ficava alguns dias com o pai. O acusado de ter matado a própria filha, o pedreiro Carlos José Bury, de 53 anos, deveria ter levado a filha de volta para a mãe na quinta, mas a menina não apareceu. 

Lucimara teria ido até a casa do ex-marido e após tocar diversas vezes a campainha sem sucesso entrou no local, onde encontrou o corpo da filha já sem vida ao lado de um ursinho de pelúcia. 

A mãe acionou a Guarda Civil Municipal que foi até a residência e encontraram o corpo da criança coberto por um edredom em um dos quartos. A menina, Beatriz Pereira Bury, já estava morta e apresentava hematomas no rosto e no pescoço. 

Um vizinho disse que ouviu um forte barulho vindo do local do crime por volta das 16h. A Polícia Civil já requisitou as filmagens das câmeras de segurança de outras residências da rua. Pessoas ouvidas pela Polícia Civil descreveram Carlos José era uma pessoa calada e reservada, que não tinha amigos no bairro. (Com informações do Portal O Taboanense) 

 

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*