Mulher morre porque médico não quis atender na UPA Taboão, diz a família

0
52

O filho da senhora morta afirma que médico negou atendimento “por não estar em horário de trabalho”

Mais uma morte na rede municipal de saúde de Taboão da Serra foi registrada na última segunda-feira, 08. Segundo familiares em registro de Boletim de Ocorrência, dona Maria Pereira da Silva Yoshioka, de 52 anos, sofreu três convulsões após reclamar de dores nas costas, aguardando atendimento, uma vez que ao pedir a presença de um médico “ele teria informado que não estava em horário de atendimento e parado de dar atenção, com a desculpa de que ela já estava sendo medicada”, denunciaram. O caso aconteceu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Akira Tada, em Taboão da Serra.
De acordo com Tiago Yoshioka, filho de dona Maria, os médicos não resolviam nada e mesmo com a insistência da sua família para que um exame de hemograma e tomografia fossem realizados. Eles “demoraram mais de 12 horas”, frisou. “Minha mãe foi internada no sábado à tarde, às 14h, não foi transferida para o Hospital Geral do Pirajuçara, nenhuma doença era descoberta pelos exames e ela acabou morrendo na segunda-feira, entre 10 e 11 horas da manhã”, denunciou.
Ele contou que sua mãe foi socorrida na UPA, “com bastante falta de ar e exames de pulmão e sangue foram feitos mais acabaram dando negativo. Ela ficou em observação. No domingo, o estado de saúde da minha mãe piorou e aplicaram analgésicos. Na segunda, ela reclamou de dores nas costas e pediu a presença do médico, pararam de dar atenção afirmando que ela estava sendo medicada e não transferiram para o Hospital Geral do Pirajuçara, quando liberaram a transferência, não deu tempo ela sofreu três convulsões e morreu”, afirmou.
O corpo de dona Maria foi enterrado no Cemitério da Saudade, na terça-feira, 09. O Boletim de Ocorrência, por sua vez registrado como morte natural, no dia de sua morte. Segundo a Polícia Civil um inquérito será instaurado para apurar os fatos e ouvir a família. O depoimento de alguns dos familiares deve acontecer no início da semana que vem.
O blog “A Notícia em Questão!” entrou em contato com a Assessoria de Imprensa da Prefeitura na última quinta (11), para pedir uma nota oficial sobre a morte da senhora, mas até o fechamento da matéria não recebeu resposta.

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*