MTST bloqueia BR e rodovias de SP contra o impeachment

0
32

Regis Bittencourt e avenida Francisco Morato estão bloqueadas. De acordo com o movimento, o objetivo da mobilização é denunciar o golpe em curso no país

Em São Paulo já são 13 pontos paralisados. A ação nacional ocorre de norte a sul, de leste a oeste, e fecha diversas rodovias e avenidas em todo o país contra a agenda de retrocessos representada pelo Golpe e por Michel Temer. FOTO: Facebook MTST
Em São Paulo já são 13 pontos paralisados. A ação nacional ocorre de norte a sul, de leste a oeste, e fecha diversas rodovias e avenidas em todo o país contra a agenda de retrocessos representada pelo Golpe e por Michel Temer. FOTO: Facebook MTST
Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) bloqueiam rodovias e avenidas na capital e Grande São Paulo na manhã desta quinta-feira (28) contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff. O trânsito em todas as regiões da cidade e da região metropolitana está prejudicado.

Os dois sentidos da Rodovia Régis Bittencourt estão bloqueados na altura de Taboão da Serra, na Grande São Paulo. No sentido São Paulo há lentidão de 1 km entre o 270 e o 269, em Taboão, e outro 1 km do 280 ao 279, em Embu, ambos por causa da manifestação.A Avenida Francisco Morato, na região de Taboão da Serra, também foi bloqueada.
Na estrada de Itapecerica, sentido centro, lentidão entre Luciano Silva e Giovanni Gronchi.

Segundo o movimento, o objetivo da mobilização é denunciar o ‘golpe’ em curso no país e defender os direitos sociais, que entendemos estarem ameaçados pela agenda de retrocessos apresentada por Michel Temer caso assuma a presidência. Não aceitaremos golpe. Nem nenhum direito a menos. Vai ter luta e resistência popular”, diz nota.
Ainda de acordo com o movimento, estradas e avenidas de nove estados serão bloqueadas, como Rio de Janeiro e Minas Gerais.
Fonte: G1

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*