Morador denuncia que PM ‘cumprimenta’ criminosos

0
60

Um morador afirmou que policiais militares deixam de prender conhecidos ladrões de veículos e traficantes no bairro onde reside e “até cumprimenta” quando os encontram, durante reunião do Conseg (Conselho Comunitário de Segurança) Monte Alegre – Taboão da Serra no último dia 27 de junho, na Escola Estadual Alípio de Oliveira e Silva, no Jardim Santa Rosa (região central).

Autoridades policiais e presidente do Conseg em reunião em escola no Jardim Santa Rosa - Foto: Adilson Oliveira
Autoridades policiais e presidente do Conseg em reunião em escola no Jardim Santa Rosa – Foto: Adilson Oliveira

“Vejo policial cumprimentando quem rouba carro, trafica. Sei que há falta de recursos, o efetivo é pouco, mas minha indignação é ver quem devia prender conversando com criminoso. Ou pegando dinheiro, tem muito isso”, disse. Ele reclamou também que em novembro fez “reivindicações” à Guarda Civil Municipal (GCM) “e nada”. “Pago IPTU caro. Promessa é para político.”

Uma mulher com os dois filhos na reunião relatou que um dos jovens foi assaltado três vezes em mesma rua no Jardim Pazzini. “Ele já reagiu, bateu nos moleques, mas, se atiram, eu tinha perdido meu filho, tinham desestruturado minha família. Eu pago imposto, cadê a segurança?”, protestou. Um dos rapazes questionou se adiantava registrar BO (boletim de ocorrência). “O que vai acontecer?”, disse.

O tenente José Thomaz, comandante da 4ª. Cia, disse que a PM não compactua com desvio de conduta e tem Corregedoria “séria”, que pune com rigor maus policiais, mas admitiu que “isso reflete na farda”. Ele disse que a PM não é conivente e combate o uso de drogas. Também prometeu patrulhamento no Pazzini. “Não saltou aos meus olhos o registro de muitos crimes lá”, alegou.

O delegado Gilson Leite, do 1º DP, disse que os BOs vão para sua mão e os de “violência grave” já viram inquérito policial. “Pela escassez de recursos, priorizamos casos mais prementes, mas ninguém é esquecido”, disse. Ele garantiu que tanto a PM como a Civil têm feito muitas apreensões e flagrantes de drogas. “Não na proporção que gostaria, mas as prisões estão ocorrendo.”

Apenas 20 pessoas participaram da reunião. Representantes do Grupo Pão de Açúcar contaram que por semana registram na delegacia um furto ou roubo por menores no hipermercado Extra (centro) e ofereceram espaço para futuras reuniões do Conseg. Uma moradora falou que o BO que registrou quando um ladrão entrou em sua casa podia ser rasgado. “Graças a Deus, mataram ele.”

O comandante da GCM, Leonel Vieira, prometeu verificar cobrança de morador, e respondeu que a Guarda segue empenhada em fechar bares por barulho e poderá multar e apreender veículos com som alto se o prefeito sancionar lei. “Até que enfim alguém agradece!”, desabafou diante de elogio de morador, que em seguida pediu ação contra assaltos em ponte no Intercap.

*Adilson Oliveira – Colaborou para o Hoje

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*