Meninas do Taboão/Jaguaré tropeçam dentro de casa pelo Paulistão

0
110

Em jogo truncado, Cats joga bem, mas leva gol no fim. Carla Hortelã, capitã da equipe, foi expulsa e é desfalque para o duelo decisivo diante do Osasco, dia 24

Por Felipe Oliveira

Brigando pela classificação, futsal feminino sofre empate nos minutos finais
Brigando pela classificação, futsal feminino sofre empate nos minutos finais

Na última sexta-feira, 09, no Ginásio José de Souza Sobrinho, o popular “Zé do Feijão”, em partida válida pela terceira rodada da fase decisiva do Paulistão de Futsal Feminino, as meninas do C. A. Taboão/Jaguaré/FECAF empataram em 1 a 1 com o Primeiro de Maio/Santo André. Os gols do duelo foram anotados por Su Reis, para Taboão, em belo chute de média distância e Carolina, para a equipe do ABC, ao apagar das luzes.

Lamentando o placar final, alterado nos minutos finais, Cris Souza, técnica do Taboão, afirmou que sua equipe mandou no jogo. Entretanto, segundo ela, faltou aproveitar melhor as chances criadas, sobretudo na primeira etapa. “Sofremos o gol em uma vacilada. O futsal é isso. Ganha quem erra menos”, ponderou, após deixar a quadra criticando a arbitragem por conta da expulsão de sua capitã, Carla Hortelã.

Por outro lado, o treinador do Santo André, Valmir Patingas, comemorou demais o ponto conquistado fora de seus domínios, ainda mais pelas circunstâncias apresentadas ao longo do confronto. “Foi uma vitória, sim! Afinal isso aqui é um jogo de vida para todos nós e precisaria ser encarado com muita seriedade”, disse.

O resultado manteve as taboanenses na segunda colocação da Chave C, agora com 4 pontos. Um a menos que as adversárias, que permaneceram na primeira posição, com 5. Osasco vem atrás com apenas 1 ponto.
Na próxima rodada, sábado, dia 24, às 19h30, o Cats volta a quadra para receber o Osasco/Unip, tradicional rival, dentro de casa. Se vencer, garante classificação às semifinais.

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*