Mais uma vítima do PS Antena

0
520

“Entrei com as minhas mãos perfeitas no Antena e olha o que aconteceu. Tive medo de morrer lá dentro”, Dona Germina

Uma senhora ficou 29 dias internada no PS Antena após sofrer grave lesão na mão por possível negligência, acusam familiares. O caso está sendo investigado pela polícia e a família processou o hospital

Dona Germina relata que entrou com as mãos perfeitas no Antena e que está traumatizada. Com muita dor, ela tem dificuldades de dormi e comer. Foto: Renata Gomes/Hoje
Dona Germina relata que entrou com as mãos perfeitas no Antena e que está traumatizada. Com muita dor, ela tem dificuldades de dormi e comer. Foto: Renata Gomes/Hoje

A história de descaso e problemas no Pronto Socorro Antena mais uma vez foi denunciada por uma família que está sofrendo e revoltada com o atendimento feito pela unidade à uma senhora. A dona de casa Germina Campos de Oliveira, de 59 anos, ficou 29 dias internada na unidade hospitalar, após, segundo acusa a família, o acesso da veia da mão direita escapar, nenhum enfermeiro perceber, e causar uma grave lesão na paciente que procurou auxílio médico por conta de outros sintomas.

O caso ganhou grande repercussão nas redes sociais, como na página do O Grito Taboão da Serra e chocou a população. Revoltada com a situação, a família da Dona Germina fez um boletim de ocorrência e entrou com uma ação na Justiça contra o hospital.

Dona Germina concedeu entrevista exclusiva ao Jornal Hoje em notícias e conta que procurou o hospital no dia 24 e abril porque estava sentindo uma dor forte no abdômen e falta de ar. Ela relata que foi medicada com soro e outra medicação, recebeu alta, mas com estava com ânsia de vômito e passando muito mal, sua filha conseguiu sua internação, iniciando o pesadelo que está vivendo até hoje. “Durante aquela noite eu estava muito dopada e quando acordei no dia seguinte vi que o acesso tinha estourado, meu braço estava molhado e muito inchado. Os enfermeiros só viram de manhã e colocaram o acesso no outro braço. Fiquei internada na unidade durante 29 dias e ninguém conseguiu responder o que houve com a minha mão. Falavam que eu não podia receber medicação até o exame de dengue chegar, que eu estava com problema na vesícula, começo de infarto e enfim, até hoje não sei o que eu tinha”, contou.

Como ficou a mão da paciente depois de ficar internada no PS Antena...
Como ficou a mão da paciente depois de ficar internada no PS Antena…

Ela conta que não fizeram nada e a sua mão continuou inchando. “Eles fizeram drenagem na minha mão sem anestesia, senti muita dor, eu gritava de tanta dor que senti. Minha mão estava com muito pus. Depois que me deram alta, meu genro me levava todos os dias a meia noite lá para fazer o curativo, me davam soro e mais dipirona”, relatou.

“Entrei com as minhas mãos perfeitas no Antena e olha o que aconteceu. Tive medo de morrer lá dentro. Estou traumatizada, quando chego na frente daquele hospital me dá um medo”, desabafou.

Estado atual da lesão da mão de dona Germina após possível erro do Pronto Socorro Antena
Estado atual da lesão da mão de dona Germina após possível erro do Pronto Socorro Antena

Segundo dona Germina, a Delegada Jacqueline Bessa da Cruz disse que o caso será investigado e também que o hospital será responsabilizado pelo erro e deve ter que pagar uma indenização e até mesmo falou sobre eles mandarem uma pessoa para fazer o curativo em casa. A família já entrou na Justiça para processar a unidade.

A prefeitura de Taboão da Serra respondeu através da Secretaria de Comunicação que encaminhou o questionamento para a Secretaria de Saúde e até o fechamento da matéria não retornou.

A assessoria de imprensa da Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina SPDM respondeu que precisa do nome da paciente para passar informações sobre o caso e até o fechamento da matéria não recebemos retorno.

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*