Greve dos coletores de lixo em Taboão é suspensa por determinação do TRT

0
51

O julgamento será realizado na quinta-feira, 16. Siemaco aguarda e acatará a decisão

TRT determinou a suspensão da greve até quinta-feira, 16
TRT determinou a suspensão da greve até quinta-feira, 16
Está suspensa a greve dos coletores de lixo e varredores de ruas de Taboão da Serra, que durou 23 dias, por determinação do Tribunal Regional do Trabalho até quinta-feira, 16, data que será julgado o dissídio [reajuste] e legalidade da paralisação.

Além da cidade de Taboão da Serra, a greve também foi suspensa nas cidades de Barueri, Araçatuba e Arujá. De acordo com o presidente do Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio e Limpeza Urbana de Taboão da Serra, Cotia e Região (Siemaco), Donizeti França, a categoria vai aguardar o julgamento e vai acatar a decisão para não cometer ilegalidade. “Se o reajuste não for o que esperamos vamos acatar a decisão para não cometer irregularidades e colocar em risco o emprego dos trabalhadores e vamos continuar o movimento para conquista do esperado aumento que a categoria merece”, disse.

O processo agora será as partes realizarem a juntada de todos os documentos comprobatórios dos acordos firmados até quarta-feira, 15. O Ministério Público do Trabalho poderá complementar seu parecer até às 12h de quinta-feira 16, e às 15h30 acontecerá a audiência que deverá julgar a legalidade da greve e, posteriormente, o valor de reajuste da categoria.

O juiz do Tribunal Regional do Trabalho, Celso Ricardo de Oliveira afirmou que a greve está se estendo de forma demasiada e a situação não pode ser protelada. “A população não pode sofrer, mais do que já vem sofrendo, as consequências dessa paralisação. A greve da categoria é uma das greves que mais tem apelo e notoriedade pela relevância da atividade. Trata-se de um serviço essencial a todos e isso é questão de saúde pública”, disse.

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*