Globo isola populares durante entrevista com Fernando Fernandes

0
68

Sem pressão popular, Fernandes diz que vai entregar o Poupatempo durante campanha eleitoral

Márcio Canuto na Praça Luiz Gonzaga, em Taboão da Serra (Reprodução da Internet)
Márcio Canuto na Praça Luiz Gonzaga, em Taboão da Serra (Reprodução da Internet)

A Secretaria de Gestão Pública do Estado diz que ainda não foi assinado o convênio com a prefeitura para a instalação do Poupatempo.

“Se o homenageado da praça estivesse vivo, ele engrossaria o coro de Taboão ”, disse Márcio Canuto durante reportagem sobre a Praça Luiz Gonzaga. Mas, populares foram impedidos de acompanhar a entrevista do prefeito Fernando Fernandes para a Rede Globo de Televisão. O isolamento da praça pelos tapumes e a guarda municipal impediram que as pessoas que assistiam a reportagem no local ouvissem a entrevista do prefeito. A reportagem completa foi ao ar nesta quinta-feira, 24, no SPTV 1ª Edição.

O prefeito Fernando Fernandes (PSDB) garante que o deputado Estadual Geraldo Cruz (PT) e o Partido dos Trabalhadores estão fazendo política sobre o equipamento público, Poupatempo. Mas, quando foi perguntado sobre a entrega da obra disse que seria em julho de 2014, durante a campanha eleitoral.

A Secretaria de Gestão Pública do Estado informou que “A placa ‘galpão multiuso’ está sendo utilizada provisoriamente, até que o termo de convênio seja assinado”. Disse, ainda que, após a assinatura do convênio “define a prefeitura como responsável por identificar o local de instalação e cedê-lo ao Estado por um período de 20 anos, para uso na disponibilização de serviços do Poupatempo. O local definido deve, necessariamente, comportar a estrutura do Poupatempo”, diz a assessoria da Secretaria de Gestão Pública, em nota do dia 10 de outubro.

A Nota da secretaria leva a crer que ainda não fora assinado o convênio. Portanto, o futuro da praça segue incerto: “Um Galpão Multiuso”.

Em entrevista concedida à imprensa local. Fernandes afirma que as obras estão de “vento em polpa” e a previsão é de que até março de 2014 estejam concluídas, porém na seqüência, os equipamentos serão montados pelo Estado. De acordo com ele no mês de julho começam a funcionar definitivamente. “Na data de hoje estacas deveriam ser batidas para começar as fundações, mas devido a um problema no caminhão que vinha de São Paulo, não começou. Acredito que hoje à tarde as obras retomam”, explicou.

Para o prefeito, o Poupatempo e Bom Prato na praça representarão desenvolvimento econômico, geração de emprego e renda. Além disso, ele pontuou que vai transformar o local, em uma praça de verdade “porque praça que não tem árvore, banco, playground e equipamentos da 3ª idade não é praça”, frisou.

Moradores reivindicam

Os moradores aguardavam do lado de fora, o prefeito Fernando Fernandes, secretários municipais e diversos vereadores o início do quadro dentro do espaço que será instalado o Poupatempo e o Bom Prato. A não participação dos deles, uma vez que a entrevista ao quadro havia sido gravada na semana passada, desagradou a todos. Um dos moradores chegou a subir em uma árvore para acompanhar tudo que acontecia lá dentro. Ele gritou palavras de ordem em um megafone.

“Não entendi porque não pudemos acompanhar lá dentro a entrevista. Fomos nós que chamamos a Globo”, disse Nayara Cristina. De acordo com ela, a praça é o único lugar que dá para ter lazer na região.

O jovem Gabriel Henrique ressaltou que já tem poucos espaços de cultura na cidade. “Agora acaba com mais um. Como os pais vão trazer seus filhos aos finais de semana e os jovens praticarem esporte? Para isso vamos ter que andar 2 km”, se referindo ao Centro Cultural.

Com informações do portal jornalnanet.com.br

 

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*