Frente Brasil Popular é lançada em Taboão da Serra

0
54

Sindicalistas, movimentos sociais, representantes da sociedade civil, militantes da esquerda e os partidos PT, PCdoB e PDT da cidade oficializam a criação do grupo que tem o objetivo de lutar pela democracia contra o governo interino de Michel Temer

Por Renata Gomes

Contra o presidente interino Michel Temer e em defesa da democracia, sindicalistas, movimentos sociais e os partidos PT, PCdoB e PDT de Taboão da Serra lançam a Frente Brasil Popular. Foto: Renata Gomes/Hoje
Contra o presidente interino Michel Temer e em defesa da democracia, sindicalistas, movimentos sociais e os partidos PT, PCdoB e PDT de Taboão da Serra lançam a Frente Brasil Popular.
Foto: Renata Gomes/Hoje
Na noite de segunda-feira, 25, foi lançado em Taboão da Serra a Frente Brasil Popular, uma coalizão de forças entre sindicalistas, movimentos sociais, sociedade civil, militantes da esquerda e também com a adesão dos partidos PT, PCdoB e PDT da cidade que defendem o estado democrático de direto e não reconhecem o governo interino de Michel Temer (PMDB).

O encontro foi realizado no Sindicato dos Metalúrgicos na Vila Iase e contou com a presença de diversas lideranças da cidade, entre elas o ex-vereador e líder do Movimento Sem Terra, Paulo Félix, a ex-vice prefeita Márcia Regina, o presidente do PCdoB Antonio Gomes, a presidente do PDT Gleides Sodré, representando os movimentos de moradia da Associação Família Feliz e Bem Viver, Terezinha da Silva Gervásio e Gerusael Ribeiro, membros da Frente Brasil de Osasco, sindicalistas de vários segmentos, sociedade civil, entre outros.

De acordo com Aldo Rocha, do PCdoB de Osasco e responsável pela Frente Brasil Popular do Oeste Metropolitano de São Paulo, já são quase 800 cidades em todo o país que estão se unindo em prol da democracia. “Os objetivos da Frente Brasil Popular é a defesa do estado democrático de direito, manutenção do programa de governo eleito em 2014 para garantir a cidadania popular e alavancar o governo legitimamente para garantir os direitos sociais conquistados”, explicou ao Jornal Hoje.

Marcelo Mendes do Sindicato dos Metalúrgicos de Taboão da Serra disse que desde março participam dos encontros da Frente Popular Brasil em Osasco e durante os debates decidiram que era necessário expandir os núcleos no cinturão Oeste e além do município taboanense, Embu das Artes também em breve deve criar seu núcleo. “Hoje faço uma avaliação boa do lançamento da Frente Brasil em Taboão da Serra, cumprimos o que queríamos e vamos definir as próximas ações. O próximo encontro será na sede do PT e nossa ideia é criar ações semanais itinerantes”, relatou.

Os discursos das lideranças foram focados contra o governo interino de Michel Temer. Outro assunto comentado foi a detenção por cerca de três horas do ex-senador Eduardo Suplicy (PT) durante a reintegração de posse numa área do Jd. João XXIII.

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*