Fora de casa, CATS perde para o Desportivo Brasil e deixa o G4

0
22

Faltando poucas rodadas para o fim da primeira fase, derrota para o Desportivo Brasil dificulta a vida do CATS no Grupo 3. Equipe de Axel caiu para a 5°posição e pega o Barcelona da Capela no próximo sábado, dia 02, buscando retornar ao G4

Por Felipe Oliveira

Taboão volta a campo no próximo sábado, 2, às 15h, diante do Barcelona, no estádio  Vereador José Ferez, em Taboão
Taboão volta a campo no próximo sábado, 2, às 15h, diante do Barcelona, no estádio
Vereador José Ferez, em Taboão
No sábado, 25, o Desportivo Brasil e Taboão da Serra jogaram em Porto Feliz, no estádio Ernesto Rocco, em duelo válido pela 11ª rodada do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Melhor para o líder do Grupo 3, que venceu a equipe da Grande São Paulo por 2 a 0 e se isolou na ponta, agora com 23 pontos.
Os gols da partida foram anotados por Pio e Gamboa. Com a derrota, o CATS saiu do G4, caindo para a quinta colocação. Com 17 pontos, um a menos que o Osasco, os comandados de Axel voltam a campo no próximo sábado, 2, às 15h, diante do Barcelona, no estádio Vereador José Ferez, em Taboão. Se vencer, o Tricolor da Serra depende de outros resultados para voltar à zona de classificação.
O Desportivo, por sua vez, entra em campo no domingo, às 10h, justamente contra o antigo líder, Diadema, no estádio Distrital de Inamar, no ABC.

Na bronca
Para Anderson Nóbrega, presidente da equipe, o adversário de sábado era bem forte, lider do campeonato. Segundo ele, era esperado que seria um jogo difícil. No entanto, o cartola fez algumas críticas à arbitragem que, em sua opinião, influenciou no resultado da partida.
“Ele amarelou o time inteiro, aceitou a cera do adversário e ainda expulsou o goleiro Luiz sem ele ter se quer feito nada. Mas só dependemos de nós. Essa classificação vai vir suada e vai unir ainda mais esse grupo”, disse Nóbrega.

Diego acredita na vaga
Camisa 10 e destaque dos últimos jogos com gols e assistências, Diego afirmou que foi uma partida de equipes e propostas diferentes. O jovem comentou, também, que o campo não colaborou para o espetáculo. “Mesmo assim conseguimos impor nosso jogo com qualidade e criamos bastante. Mas, infelizmente, a bola não entrou”, concluiu.
Diego não acredita que a derrota pode ter prejudicado o bom momento de Taboão. O meia disse que a equipe não se abateu pois só depende de si para classificar. “Vamos trabalhar forte nessa semana para sair com a vitória dentro de casa”, finalizou.

Situação do grupo
O Grupo 3 segue como a chave mais equilibrada do torneio. O Desportivo Brasil praticamente colocou a mão na vaga e virou líder após derrotar o Taboão e ver o Diadema ficar no 0 a 0 contra o Lemense. A equipe de Porto Feliz alcançou os 23 pontos, um a mais que o Osasco, que também se deu bem depois de vencer o Amparo, por 2 a 0, fora de casa, subindo aos 18 pontos, fechando o G4. No domingo, o Palmeirinha bateu o Barcelona, fora de casa, por 1 a 0.
Garantidos na outra fase Vocem, Grêmio Prudente e Mauaense conquistaram o primeiro objetivo do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Encerrada a 11ª rodada, que terminou no último domingo, 26, os três times garantiram vaga à próxima fase. Eles se juntam a Portuguesa Santista, que também já havia se garantido na 2ª fase.

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*