Fernando Fernandes faz ingerências na Câmara, afirma vereador

0
135
Reunião do Conisud na Câmara Municipal de Embu das Artes. O clima era de vergonha - Foto Mário de Freitas
Reunião do Conisud na Câmara Municipal de Embu das Artes. O clima era de vergonha                                  – Foto Mário de Freitas

Intromissão de Fernando Fernandes na Câmara Municipal de Taboão da Serra gera crise no ambiente político regional. E a crise pode se agravar dentro da Câmara entre os parlamentares.

Vergonha. Essa foi à palavra que ecoou na Câmara Municipal de Embu das Artes após a recusa do presidente da Câmara Municipal de Taboão da Serra, Eduardo Nóbrega (PR) em realizar o evento do Conisud – Consórcio Intermunicipal da Região Oeste da Grande São Paulo. Informações dão conta que uma ordem do prefeito Fernando Fernandes (PSDB) teria ocasionado à recusa.

Prefeitos, vereadores e representantes da sociedade civil não pouparam críticas ao vereador Eduardo Nóbrega. A proposta da reunião seria uma avaliação da visita do consórcio para os representantes da Autopista e da ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres, em Brasília, no dia anterior. Na pauta, a alça de acesso na rodovia Régis Bittencourt, altura do quilômetro 276, em Taboão da Serra.

O presidente do Conisud, Chico Brito (PT) disse que a reunião estava marcada para acontecer em Taboão da Serra já que é a principal interessada na alça na sua cidade. Entretanto, sem explicações, o presidente da casa desmarcou a reunião e não cedeu a Câmara Municipal de Taboão para o evento. “Nós combinamos que a reunião de avaliação da nossa visita em Brasília seria em Taboão da Serra. Ninguém apareceu lá, o prefeito e o presidente da Câmara não foram e o pior: qual foi a nossa surpresa, que em cima da hora, eles desmarcaram a reunião na Câmara sob a alegação que teriam problemas com o prefeito de Taboão da Serra” disse Chico Brito.

O vereador Moreira (PT), único representante da Câmara Municipal de Taboão da Serra disse que ficou constrangido com a decisão do presidente Eduardo Nóbrega. “Se o prefeito pode mandar na Câmara, eu posso mandar na prefeitura também. Fico muito triste com o que aconteceu hoje”. E segue, “realmente, eu fiquei decepcionado com a instituição Câmara, e com o presidente que poderia estar aqui representando todos nós [vereadores] e o povo de Taboão da Serra”.

A situação pode desencadear uma crise de grande proporções na Câmara Municipal de Taboão da Serra. “Vamos repudiar a recusa e a não utilização do plenário da Câmara que já estava cedido em concordância com todas as lideranças da casa e o cancelamento foi feito sem ouvi nos ouvir. Fatalmente não vai passar em branco”, atacou Moreira.

Indignada, uma líder comunitária, Edna Trindade falou que foi triste e falta de respeito. “Isso foi falta de respeito. Respeito, ele tem que dar para nós. É uma vergonha que ele está fazendo com os moradores de Taboão da Serra” Lamentou Trindade.

O Presidente da Câmara Eduardo Nóbrega foi procurando pela nossa reportagem. Deixamos vários recados em seu telefone, mas ele não retornou.

Foi marcada para o dia 30 de outubro uma nova reunião com os representantes da ANTT e Autopista para apresentar um projeto para rodovia Régis Bittencourt.

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*