Evilásio diz não teme impossibilidade judicial

0
33

O ex-preifeito não deixou de falar sobre seus problemas judiciais e afirmou que volta a se candidatar porque o povo não mudou. A chapa PSB, Rede, PTC e PMDB vai lançar 40 candidatos a vereador e o dentista Ronaldo Dias como vice-prefeito

strong>Por Felipe Oliveira

Em convenção pública realizada na Câmara Municipal, no sábado, 29, o ex-prefeito de Taboão da Serra, Evilásio Farias, juntamente com o dentista Ronaldo Dias, confirmaram

Ao lado do dentista Ronaldo Dias, Evilásio apresentou sua candidatura à prefeitura.  Foto: Divulgação
Ao lado do dentista Ronaldo Dias, Evilásio apresentou sua candidatura à prefeitura.
Foto: Divulgação
suas candidaturas a prefeito e vice pelo PSB. A coligação lançará, ainda, 40 candidatos ao cargo de vereador. A chapa proporcional é formada por: PSB e Rede; PTC e PMDB.

Evilásio comentou em tribuna que não teme o fato de seu nome estar, de acordo com o TCE (Tribunal Regional de Contas), impedido de pleitear uma candidatura à prefeitura. Segundo ele, advogados do mais alto quilate estão cuidando minuciosamente da questão. “Eu mudei de opinião, contra a vontade da minha família, porque a opinião do povo não mudou”, comentou, sobre sua volta às eleições após oito anos afastado da vida política.

Ronaldo Dias preferiu se ater a grande possibilidade de haver segundo turno no município taboanense em 2016, já que o número de eleitores passou dos 200 mil. “Temos um grande time, muito forte e com chances reais de eleger uma grande bancada na Câmara”, afirmou.

O candidato a prefeito do PSB fez duras críticas a atual administração com foco principal nas áreas de educação e saúde e orgulhoso fez questão de citar o título de Cidade Educadora que Taboão da Serra recebeu durante a sua gestão.

Evilásio Cavalcante Farias, de 64 anos, foi o primeiro deputado federal eleito na cidade de Taboão da Serra. Deixou o cargo para disputar a eleição à prefeitura da cidade em 2004, concorrendo contra a candidata da situação, Arlete Silva, em uma acirrada eleição. Foi eleito com 72.764 votos, contra 50.772 de Arlete.Em 2008, foi reeleito prefeito de Taboão, onde permaneceu até dezembro de 2012, sucedido por Fernando Fernandes, do PSDB, atual prefeito.

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*