De Taboão para o mundo: conheça a ESPORTESNET, uma das principais web rádios esportivas do país

0
46

Há mais de 12 anos no ar, entre site e rádio, e com diversos prêmios e coberturas especiais dos mais variados segmentos esportivos no currículo, o taboanense Fernando Alves Firmino e sua equipe batalham dia a dia para manter uma paixão viva. E tudo isso com um só objetivo: o profissionalismo e o respeito com o ouvinte

Por Felipe Oliveira

Professor Fernando Alves Firmino, juntamente com Alex Henrique Tobias fazem o sucesso à frente da Rádio ESPORTESNET
Professor Fernando Alves Firmino, juntamente com Alex Henrique Tobias fazem o sucesso à frente da Rádio ESPORTESNET
Quinta-feira, 23 horas, 11 de fevereiro de 2016. É o fim de mais uma jornada do programa Esporte Mania, realizado na Brazza Pizzaria, em Taboão da Serra. Porém, tudo começou bem antes desse dia e eu conto para vocês.
Em meados dos anos 2000, motivados pelas notícias na justiça envolvendo a famigerada Copa João Havelange, o professor Fernando Alves Firmino, juntamente com os amigos Alex Henrique Tobias, Rafael Babú e Bruno Anderson — os três loucos, que, segundo ele, o acompanharam nessa aventura — fundaram o ESPORTESNET (em maiúsculo mesmo).

A princípio, o site foi criado com o intuito de ser o fio condutor daquilo que sentiam seus integrantes perante o cenário esportivo brasileiro. No entanto, em 2002, a ideia se expandiu pelas ondas do rádio, rapidamente ganhando corpo e, principalmente, uma gama considerável de ouvintes. “Estreamos na Rádio Beta FM, em Taboão da Serra. Começamos falando sobre a Copa do Mundo, pois era o que chamava mais atenção naquela época. Foi um sucesso aqui na região. Recebíamos muita gente”, relembrou Firmino, enquanto arrumava os equipamentos após o fim de mais um programa.

Porém, por problemas financeiros, o professor Fernando não conseguiu arcar com os custos do programa. Sendo assim, a atração ficou parada por muito tempo. Até que, em 2012, o Esporte Mania, carro-chefe da EN, voltou com força, porém como Web TV.

No ano seguinte, mais um retorno, desta vez em parceria com a Rádio Taboão. Entretanto, mais um percalço: “No começo de 2014 essa rádio encerrou os trabalhos e a gente ficou perdido. O programa estava muito legal, com uma estrutura muito boa”, afirmou Fernando, lamentando o fato.

Sem perspectivas e apoio, o professor de educação física, que também é jornalista e treinador, tendo, inclusive, dois cursos reconhecidos pela FIFA e 15 anos à frente do Cats, resolveu arriscar tudo. “Certo dia, fui numa loja e comprei tudo. Microfone, mesa, cabos, fones. Liguei para o Alex, na época foi o primeiro número que apareceu, e falei que a rádio iria voltar. E falei para ele que, a partir dali, iríamos andar sozinho. Teríamos rádio própria, marca própria e o Esporte Mania de volta”.

A partir desse dia, o projeto cresceu e se tornou o que é hoje. Nos últimos três anos, o ESPORTESNET foi eleito o Melhor Site de Esportes da Região Metropolitana de São Paulo pelo Fórum Sul, OAB Sub Sessão de Santo Amaro e o SEBRAE. “Ganhei por dois anos seguidos como melhor jornalista e o Alex, ano passado, foi eleito o melhor repórter pelo Prêmio Promotores do Desenvolvimento”, ratificou.

Parcerias
Além do Esporte Mania, que vai ao ar toda quinta-feira, às 21h30, a rádio tem uma parceria com o site Futebol Latino, dentre outros. “Temos, também, o programa do U2, do Marcelo Valladão, o GUS USA, com nosso correspondente nos EUA, Gustavo Tomazelli. Aliás, esse programa é o único de Web Rádio feito direto do exterior para o Brasil e para o mundo”, ressaltou.


Momentos especiais

Nesses 12 anos, Firmino relembrou de alguns momentos marcantes da história da rádio, como o dia em que entrevistou Rubens Barrichello dentro do carro usado por ele na Fórmula Indy, além da transmissão de dois jogos da Copa do Mundo de 2014. “Viver tudo aquilo ali foi muito emocionante”.

No entanto, Fernando fez questão de mencionar a importância do locutor Renato Rainha, da Bradesco Esportes FM e Nativa FM, que se tornou o padrinho do ESPORTESNET. “Ele nos deu um presente nas férias ao narrar um jogo na rádio, Taboão e Figueirense, pela Copinha. Isso só corroborou com a grandeza que a rádio está atingindo e o tamanho do peso da responsabilidade que a gente tem”.

Taboão e região
Na visão do professor o município taboanense ainda está carente no quesito rádio e, sobretudo, jornalismo esportivo. Para ele, existem jornais que tem tradição na cidade, com coberturas regionais, da política, economia, da questão social. Mas o jornalismo esportivo em Taboão ainda é imaturo. “Temos um time profissional de futebol, uma categoria de futebol de salão entre as mais respeitadas do Brasil e que não tem cobertura da mídia. Então, estamos aqui justamente para isso, para suprir essa carência, porém com cobertura profissional. Não com cobertura feita nas coxas”.

Para encerrar, o professor do Colégio Concórdia diz que a rádio vai chegar até onde o público deixar. Enquanto isso, nos bastidores ele e seus colaboradores seguem aprendendo, carregando todos os equipamentos como podem, seja pegando carona, táxi, buscando parcerias financeiras, mas sempre mantendo o ideal do projeto: o respeito com o ouvinte.

Um de seus bordões é uma frase que aprendeu na adolescência com uma amiga chamada Viviane, que a escreveu em seu caderno. “Eu tenho essa frase em um quadro na minha casa. É a frase da minha vida. Que Deus abençoe os nossos inimigos, para que eles possam de pé, aplaudir o nosso triunfo.”

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*