Carreta de 70 toneladas de carga altamente perigosa trava rua em Taboão da Serra

0
182
Carreta com carga perigosa  entalada na rua Nicolau Gentil Parque Pinheiros, Taboão da Serra - Foto Ian Fagundes
Carreta com carga perigosa entalada na rua Nicolau Gentil Parque Pinheiros, Taboão da Serra –            Foto Ian Fagundes

 

Uma carreta com uma carga altamente perigosa encalhou e travou a rua Nicolau Gentil, no Parque Pinheiros. O incidente aconteceu por volta das 17 horas de quinta-feira, 17, e atravessou à noite. Moradores da rua ficaram assustados quando viram o caminhão descendo. A rua é estreita e não comporta um caminhão grande.

O motorista da carreta disse que não sabia que a rua não tinha condições. “A falta de sinalização me levou para cá. Quando eu vi, já estava dentro dela [rua] e não consegui voltar. É uma

Bombeiros isolam o local por causa do risco de vazamento tóxico - Foto Ian Fagundes
Bombeiros isolam o local por causa do risco de vazamento tóxico – Foto Ian Fagundes

descida e o perigo era muito grande”, disse o motorista de carreta.

A carga contém estireno, um produto altamente tóxico e inflamável. O Corpo de Bombeiros e a Defesa civil foram chamados para acompanhar o resgate da carga. “Existe um risco grande de vazamento do produto por isso estamos aqui”, disse o soldado Gabriel, do Corpo de Bombeiros.

A Carreta com uma carga de 70 toneladas e avaliada em R$ 100 mil, veio de Santa Catarina para descarregar em uma empresa, na Rua Aurea Tavares, zona Industrial de Taboão da Serra.

Moradores relataram que já virou rotina os caminhões descerem a rua. “Já é o segundo, só nesta semana. Eles [motoristas] não sabem que aqui não podem passar. Não tem sinalização”, disse Carlos, corretor imóveis que mora na local.

Representante da empresa falou que está aguardando o grupo gerenciador de riscos para avaliar o incidente. “Estamos aguardando um grupo de riscos para avaliar e decidir o que fazer. Só eles têm condições de fazer isso”. Até às 23horas, a carreta permanecia no local e preocupando os moradores.

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*