Câmara de Taboão entrega medalha Zumbi dos Palmares

0
52

Por: Renata Gomes 

Marisa Reis ao lado do vereador Paulinho e de Edvaldo Gonçalves que também recebeu a medalha Zumbi dos Palmares – Foto: Leandro Barreiras/CMTS

Após a polêmica do decreto legislativo que alterou a entrega da Medalha Zumbi dos Palmares que antes era entregue pela Coordenadoria da Igualdade Racial de Taboão da Serra e agora é um ato oficial da Câmara, neste sábado, 25, foi realizada a solenidade em homenagem a 26 cidadãos que contribuem com ações contra o preconceito e racismo na cidade. O vereador Dr. André da Sorriso foi o único a não comparecer por estar com problemas de saúde.

O jornal Hoje em notícias inicia uma série de reportagens com as biografias dos homenageados para registrar e compartilhas histórias de vidas e de luta. Nossa primeira entrevistada é Marisa Caetano da Silva Reis, homenageada pelo vereador Marcos Paulo (PPS).

Marisa teve uma academia de dança na cidade de Taboão da Serra há 12 anos e nesse período desenvolveu diversos projetos de cunho social através da dança e esporte. “Trabalhei no Cepim com um trabalho de dança e ajudei muitas crianças carentes do nosso município. Desde 2006 comecei a trabalhar com Terapia Alternativa e continuo ajudando as pessoas, que é muito gratificante. Eu fiquei extremamente emocionada com a homenagem que recebi do vereador Paulinho, é gratificante ver que o trabalho que é realizado em prol das pessoas está sendo reconhecido”, comemorou.

Dona de um sorriso cativante e sensibilidade ímpar, como descreveu o vereador em sua homenagem, Marisa também atuou em trabalhos nos postos de saúde da cidade e agora é assessora do vereador.

“Enquanto eu dava aulas, vivenciei muitas cenas de preconceitos. Mães chegavam e me pediam para não deixar as alunas se aproximarem de meninos por eles serem negros e não permitiam relacionamentos. Eu estou muito sensibilizada com estas histórias, acredito que amor não tenha cor, não tem importância a cor da nossa pele, ou porque uma pessoa é magra, ou gorda, enfim, todos temos que ter educação e respeito um pelos outros. Todos nós temos direitos e deveres, todos nós somos iguais”, concluiu.

Marisa fez jazz e dança contemporânea, participou de vários projetos culturais com artistas famosos. Agora se dedica a profissão de massoterapeuta e assessoria parlamentar. É mãe de uma menina, Renata Reis de 18 anos e segue com a bandeira contra qualquer tipo de preconceito e valorização da cultura afrodescendente. O vereador Marcos Paulo também homenageou Edvaldo Gonçalves dos Santos.

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*