Após manifestação, prefeitura promete entrega de moradia

0
13

Prefeito anunciou diversas datas de entrega da obra do Conjunto Residencial Margaridas e não cumpriu. Impacientes os futuros moradores munidos de cartazes e apitos foram até a prefeitura cobrar o fim das obras que ficaram paradas por mais de três anos

Por Felipe Oliveira

O prefeito Fernando Fernandes processou o jornal Hoje em notícias por reportar o descaso com as famílias há um ano atrás. Até agora nada! Ao lado, famílias que vão morar no Conjunto Residencial Jd. das Margaridas fazem protesto cobrando do prefeito Fernandes que não cumpriu datas prometidas da entrega dos apartamentos
O prefeito Fernando Fernandes processou o jornal Hoje em notícias por reportar o descaso com as famílias há um ano atrás. Até agora nada!
Ao lado, famílias que vão morar no Conjunto Residencial Jd. das Margaridas fazem protesto cobrando do prefeito Fernandes que não cumpriu datas prometidas da entrega dos apartamentos
Foi realizada na manhã de quinta-feira , 16, uma manifestação pacífica em frente a prefeitura de Taboão da Serra com cerca de 20 famílias que aguardam há anos a tão sonhada moradia própria. Cansados de tantas promessas e datas anunciadas pelo prefeito Fernando Fernandes (PSDB) o grupo foi cobrar uma resposta em razão do atraso na entrega do Conjunto Residencial Margaridas, que está com as obras paradas desde 2013, foram retomadas no ano passada e pararam novamente.

Após o barulhaço de apitos e gritos contra a atual administração, a força policial foi chamada para intimidar os manifestantes, que continuaram a exercer seu direito democrático. No entanto, depois de certa pressão, a prefeitura acabou atendendo os manifestantes.

Em reunião, o secretário de obras, Rogério Balzano, deu uma posição definitiva às famílias, que estão desesperadas. Alguns deles, inclusive, anseiam há 11 anos por uma moradia digna, vivendo em casas de parentes ou por meio do bolsa-aluguel.

De acordo com Balzano, que reconheceu falhas durante todo o processo das obras, pois havia estipulado a entrega dos apartamentos para dezembro do ano passado, o empreendimento, que está com 98% da construção concluída e vai beneficiar 90 famílias, será entregue até o dia 30 de julho. Importante: só receberão as chaves os moradores que estiverem com o pagamento do condomínio regularizado, que é de 140 reais.

Shirlei Leal, 27, uma das frentes do movimento que foi à prefeitura nesta semana, espera que desta vez o poder municipal cumpra com a palavra, já que isto não tem sido muito comum. “O engenheiro deu uma data prevista de entrega para 20/07. Para pegar a chave, até o dia 30 de julho. O sentimento é de esperança ainda. Vamos cruzar os dedos. Só restam 3% de obras e, espero, que desta vez a gente possa morar na nossa casinha. É só isso que a gente quer”, desabafou.

Em divulgação da prefeitura, a finalização da obra está orçada em mais de R$ 1 milhão, sendo que R$ 748 mil saíram dos cofres municipais e R$ 259 mil foram repassados pelo PAC. O Conjunto Residencial fica localizado na rua Manoel Maria Fernandes, 549, Jd. Elizabeth, divisa com o Jd. Comunitário.

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*