Apeoesp acusa Fernando Fernandes de perseguição

0
125

Processo do setor jurídico da prefeitura de Taboão pune professora Sandra Fortes com suspensão de 60 dias; sindicato afirma que categoria está sofrendo perseguições

Professora Sandra Fortes
Professora Sandra Fortes
A professora Sandra Fortes que leciona na rede municipal de ensino de Taboão da Serra sofreu um processo administrativo movido pelo prefeito Fernando Fernandes (PSDB) e pelo secretário de Educação João Medeiros (PSDB) e a decisão publicada na Imprensa Oficial do município no dia 17 de abril, é que o setor jurídico decidiu pela suspensão da professora por 60 dias, a partir do dia 04 de maio.

Para a Apeoesp de Taboão da Serra, a ação do governo municipal foi de perseguição. “O setor jurídico da prefeitura não tem isenção para julgar os casos pois vai defender os interesses do prefeito, secretário e do diretor que é um cargo de livre nomeação”, publicou o sindicato na rede social.

De acordo com o processo, a professora foi acusada de “aliciamento de menores”, mas a docente se defende dizendo que procurou convencer os pais e alunos da importância e apoio a luta dos professores municipais que brigam por reajuste salarial que não acontece há 18 anos.

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*