Almas Peregrinas atrai público diverso para o Espaço Clariô em Taboão

0
67
Mulheres, homens, jovens e crianças assistiram a peça do Núcleo Teatral Opereta, de Poá (SP) – Foto: Giulia Martins

A receptividade do público de Taboão da Serra encantou o elenco do Núcleo Teatral Opereta, de Poá (SP) durante a apresentação da peça Almas Peregrinas, no Espaço Clariô de Teatro no último sábado (10). O espetáculo trouxe a história que tem no seu enredo temas como a opressão e a disputa por terras.

Cerca de 30 pessoas acompanharam as cenas. Mulheres, homens, jovens e até crianças assistiram a história de Rubão Barros, um rico e poderoso fazendeiro da região de Campo Lunar. O texto é uma livre adaptação feita pelo Núcleo dentro do universo latino-americano.

Taboão é a segunda cidade em que Almas Peregrinas é exibido. Isso graças ao apoio do Programa de Ação Cultural (ProAC) da Secretaria de Estado da Cultura. A primeira parada foi em Americana, onde o grupo participou de uma mostra teatral da cidade. Para o ator e um dos fundadores do Núcleo, Marco Senna, a experiência de circular com o espetáculo tem sido interessante. “É bastante importante e significativa porque através do ProAC nós conseguimos sair da nossa região pela primeira vez em 26 anos que o grupo está completando. Estamos, inclusive, vendo a possibilidade de circular por outras cidades mais próximas. Para cada lugar que nós vamos, é um público diferente, é uma experiência local e que pode se congratular com o trabalho de pesquisa que o núcleo vem desenvolvendo. Dialogar com esses espaços e esses grupos, trocar ideias com referências à estética, ao tema que o grupo vem pesquisando e trabalhando nos últimos tempos é importante”.

A próxima cidade que assistirá a produção do NTO é Poá, no dia 23 de março, às 20 horas, no Teatro Municipal. A entrada é gratuita.

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*