Ajuizada ação de improbidade administrativa contra a SPDM

0
24

Se condenada, a SPDM terá que devolver mais de 31 milhões para os cofres da prefeitura de São Paulo.

Ministério Público Federal – MPF move ação de improbidade administrativa contra

Vereador Lune (PCdoB) na tribuna durante a sessão ordinária
Vereador Lune (PCdoB) na tribuna durante a sessão ordinária

a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina – SPDM e a prefeitura de São Paulo, na gestão de Gilberto Kassab.
O Ministério Público Federal – MPF ajuizou uma ação civil pública para responsabilizar a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina – SPDM e o município de São Paulo por atos de improbidade administrativa. O processo corre por conta de um convênio realizado entre a prefeitura da capital, em 2009, durante o governo de Gilberto Kassab (PSD) e a SPDM para promover o aprimoramento em estratégia em Saúde da Família. Para o MPF, o contrato foi irregular, pois a SPDM não poderia executar o contrato. Ainda segundo o MPF, SPDM terá que restituir os valores referentes aos últimos dois anos do convênio. Um montante avaliado em R$ 31.600 milhões.
O Ministério Público ainda pediu uma Liminar pedindo o bloqueio dos bens dos envolvidos, mas foi negado pelo juiz da 2ª Vara Civil Federal da Capital. O processo está na mesa do juiz para conclusão. Consulte: www.jfsp.jus.br, Processo número: 00199972620134036100.

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*