Acervo: “Com a cara limpa, enquanto minto”

0
15

Acervo – Hoje online | Publicado originalmente em24.mai.2005

Ninguém é obrigado a ter bagagem de cultura brasileira para conhecer a vida e obra do cientista e sambista Paulo Vanzolini. Durante o dia, o zoólogo dedica-se ao estudo de animais venenosos (a cascavel é uma de suas especialidades). À noite, quando jovem, saía em rondas boêmias, a investigar a alma das pessoas (igualmente venenosas).

Estranha é a vida quando pessoas são obrigadas a tragar de seu próprio veneno. Humildes funcionários “adotados” pelo atual grupo do poder, têm saído pelas ruas, feito os duros tempos de campanha, para forrar a cidade de jornais. As fontes oficiais dizem tratar-se de pessoas fazendo o que bem entendem, em seus momentos de folga.

Não nos cabe avaliar aqui, se os porta-vozes da Administração imitam o personagem de Paulo Vanzolini, que cantava o verso-título deste editorial.

Compete às esferas de Poder incumbidas da fiscalização do Executivo e seus agentes, apurar se nossa cidade está (de novo) às voltas com a promiscuidade entre jornais “comerciais” e gestores de verbas públicas.

Um experiente membro do Legislativo deflagrou uma inquisição sobre o que se passa entre os bastidores do jornal “O Cidadão” e os corredores da Prefeitura de Taboão. O vereador, do alto de seus cinco mandatos, e com conhecimento acumulado de ex-líder de governo, certamente não exporia sua imunidade parlamentar com afirmações levianas e criminosas.

Cabe ao Legislativo apurar a profundidade das palavras do senhor Paulo de Souza Felix, coligidas com as fotos expostas em nossa presente edição, por meio de comissão especial de inquérito.

Ao Ministério Público, é aqui ofertada uma excelente ocasião para pôr em pratos limpos quem realmente financia a expressiva tiragem de um jornal que, há poucas semanas, só circulava com quatro páginas (saltou para oito), não era entregue em tantas bancas (estão aí os jornaleiros para provar), tampouco amanhecia de porta em porta (a cidade é testemunha disto).

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*