Acervo: Brincando com números (e consciências)

0
67

Acervo: Editorial – Publicado originalmente em 09.jul.2005 –

Uma tática do Poder e dos tecnocratas lacaios é a manipulação de estatísticas e outros artifícios contábeis-financeiros para manter a opinião pública sem capacidade de ação.

Para driblar as artimanhas da atual Administração, o funcionalismo municipal adotou, sabiamente, a estratégia de negociar seu reajuste salarial, porém em estado de mobilização.

O mês de maio será todo marcado por ações dos servidores públicos de Taboão da Serra, tanto para o público externo (para informar a população) como para o público interno (para tirar os funcionários do marasmo e do medo).

Ao contrário do que se apregoou em palanques, caminhadas, panfletagens e outras peraltices eleitorais, o funcionalismo não estaria sendo abastecido de informações transparentes por parte do prefeito Evilásio Farias, segundo relatos da diretoria da Associação dos Funcionários. O prefeito teria dito à direção da categoria que havia nomeado 380 pessoas para seus cargos de confiança. Depois, a própria diretoria dos servidores recebeu outros números conflitantes sobre os mesmos cargos.

É legítima a confusão que um servidor da Câmara Municipal manifestou em Assembléia, pois diante da manipulação de números oficiais ele não sabe em quem confiar.

Perante os representantes da Associação, o prefeito não disse o quanto do Orçamento é gasto com salários. Encaminhou a questão para seu secretário de Finanças. Não é o que os servidores esperavam de quem se disse “o mais preparado” para administrar. A exemplo do ex-governador Mário Covas, ele deveria ter estes números “na ponta da língua”. Por que o prefeito não provou controle rígido sobre quantas e quais pessoas contratou?

A manipulação de números levou a Associação dos Funcionários a tal grau de exasperação, que chegou a distribuir pela cidade milhares de boletins informativos com a inquirição: “Queremos saber por parte do Executivo qual a real situação da folha de pagamento (…) A transparência destas informações é fundamental no processo de negociação”, rogaram os dirigentes da categoria.

As manobras da Administração dos secretários “com nível ministerial” parece que não vão conseguir enrolar servidores “com nível de assalariados carcomidos” pela falta de reajuste há quase uma década.

Alerta Geral

O prefeito disse à diretoria dos Funcionários que vai investir na contratação de fiscais, agentes de trânsito e guardas municipais, para aumentar a arrecadação da Prefeitura. Evilásio Farias gosta de dizer que “não se pode esquecer de combinar com o povo” as medidas que se pretende adotar em política. Perguntamos a você, leitor, leitora. Ele combinou isto contigo?

Propaganda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*